Cloridrato de Duloxetina - Biosintética 60 mg cap dura lib retard ct bl al plas trans x 30

R$ 279,83

Medicamento de venda exclusiva somente em lojas físicas Drogal

Por determinação da portaria 44/2009 da ANVISA, este produto não está disponível para venda online. Compre este medicamento em uma de nossas lojas*.

  Localizar lojas

* Consulte a disponibilidade do produto na loja.

Cloridrato de Duloxetina - Biosintética 60 mg cap dura lib retard ct bl al plas trans x 30 é um medicamento. Seu uso pode trazer riscos. procure um médico ou um farmacêutico. Leia a bula.
Princípio Ativo: Cloridrato de Duloxetina
Registro MS: 1121304670078
Receita: Sim, C1 Branca 2 vias
Tipo do medicamento: Genérico

O cloridrato de duloxetina é indicado para o tratamento da depressão. O cloridrato de duloxetina é eficaz na manutenção da melhora clínica durante o tratamento contínuo, por até seis meses, em pacientes que apresentaram resposta ao tratamento inicial.

Cloridrato de duloxetina é indicado para o tratamento de:

  • - Transtorno depressivo maior;
  • - Dor neuropática periférica diabética;
  • - Fibromialgia (FM) em pacientes com ou sem transtorno depressivo maior (TDM);
  • - Estados de dor crônica associados à dor lombar crônica;
  • - Estados de dor crônica associados à dor devido à osteoartrite de joelho (doença articular degenerativa) em pacientes com idade superior a 40 anos e
  • - Transtorno de ansiedade generalizada.

Transtorno de ansiedade generalizada é definido como ansiedade e preocupação excessivas, presentes na maioria dos dias, por pelo menos seis meses.

A ansiedade e preocupação excessivas devem ser difíceis de controlar e devem causar prejuízo as suas funções diárias.

Deve estar associado a três dos seis sintomas seguintes: inquietação ou sensação de estar com os nervos à flor da pele, ficar facilmente cansado, dificuldade em concentrar-se ou sensações de “branco” na mente, irritabilidade, tensão muscular e perturbação do sono.


O cloridrato de duloxetina é contraindicado em pacientes com hipersensibilidade conhecida à duloxetina ou a qualquer um dos seus excipientes. O cloridrato de duloxetina não deve ser administrado concomitantemente com inibidores da monoaminoxidase (IMAO) e deve ser administrado, no mínimo, 14 dias após a interrupção do tratamento com um IMAO. Com base na meia-vida da duloxetina, deve-se aguardar, no mínimo, 5 dias após a interrupção do tratamento com cloridrato de duloxetina, antes de se iniciar o tratamento com um IMAO.



CANCELAR