Entarkin 200mg caixa com 30 comprimidos revestidos

Novaquímica /(cód.: 93890)
R$ 107,84

Medicamento de venda exclusiva somente em lojas físicas Drogal

Por determinação da portaria 44/2009 da ANVISA, este produto não está disponível para venda online. Compre este medicamento em uma de nossas lojas*.

  Localizar lojas

* Consulte a disponibilidade do produto na loja.

Entarkin 200mg caixa com 30 comprimidos revestidos é um medicamento. Seu uso pode trazer riscos. procure um médico ou um farmacêutico. Leia a bula.
Princípio Ativo: Entacapona
Bula: Veja a bula
Registro MS: 1356905870026
Receita: Sim, C1 Branca 2 vias
Tipo do medicamento: Similar Equivalente

Entarkin apresenta como componente ativo a entacapona que é usada juntamente com a levodopa no tratamento da doença de Parkinson.

COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?

A doença de Parkinson é uma desordem do sistema nervoso. É causada pela falta de dopamina, uma substância natural que é produzida no cérebro. A dopamina transmite mensagens na parte do cérebro que controla o movimento muscular.
Quando há pouca produção de dopamina, surgem problemas com o movimento.

A levodopa atua, aumentando o nível de dopamina no cérebro. Entarkin auxilia a levodopa, aliviando os sintomas da doença de Parkinson, como tremor, rigidez e lentidão de movimentos, o que torna difícil a realização das atividades diárias normais.
Entarkin não apresenta efeito no alívio de sintomas da doença de Parkinson a menos que seja utilizada com a levodopa.

Você também pode tomar com outros medicamentos para ajudar no tratamento desta condição.
Se você tiver alguma dúvida sobre como Entarkin funciona ou porque este medicamento foi receitado para você, pergunte ao seu médico.


Não tome Entarkin se:

  • - você é hipersensível (alérgico) à entacapona ou a qualquer outro ingrediente de Entarkin se você tem doença no fígado;
  • - se você tem tumor na glândula adrenal (conhecida como feocromocitoma; isso pode aumentar o risco de pressão sanguínea alta grave);
  • - se você está tomando determinados antidepressivos (pergunte ao seu médico se seu medicamento antidepressivo pode ser tomado junto com Entarkin);
  • - se você já teve uma reação rara a medicamento antipsicótico chamada síndrome neuroléptica maligna (SNM), cujos sintomas são rigidez, agitação, aumento extremo de temperatura corporal, batimento cardíaco rápido, e extrema flutuação da pressão sanguínea;
  • - se você já teve distúrbio muscular raro chamado rabdomiólise que não foi causada por lesão traumática;
  • - se você está grávida;
  • - se você está amamentando.

Se você acha que pode ser alérgico e/ou se alguma dessas situações acima se aplica a você fale com seu médico.

Este medicamento é contraindicado para uso por mulheres grávidas e que estão amamentando.



CANCELAR